quarta-feira, 16 de abril de 2014

Fanfic "Desire And Crime"- Capítulo 8

Autora: Larissa Hale (Nyah / Larissa)
Sinopse: Edward Cullen conhecido como Antonny, é chefe da Cosa Nostra Americana com apenas 28 anos. Homem impiedoso. Não mede esforços para acabar com alguém e conseguir o que quer. É um homem temido por todos,até mesmo pelo amor. Isabella Swan,conhecida como La Belle ou apenas Bella,tem 24 anos e é prostituta do bordel de James. Uma pessoa considerada fria e sem sentimentos. Foi abandonada pelos pais quando tinha 6 anos. Desde daquele dia não acredita mais no amor. Duas vidas que se encontram apenas em uma noite,mas que pode mudar a vida deles para sempre. Apenas um encontro vai entrelaçar suas vidas pela eternidade....
Classificação: +18
Categorias: Saga Crepúsculo
Personagens: Alice Cullen, Angela Weber, Aro Volturi, Bella Swan, Carlisle Cullen, Charlie Swan, Demetri Volturi, Edward Cullen, Emmett Cullen, Esme Cullen, Felix, Heidi, Irina Denali, Jacob Black, James, Jasper Hale, Jessica Stanley, Mike Newton, Renée Dwyer, Renesmee Cullen, Rosalie Hale, Tanya Denali, Victoria
Gêneros: Ação, Drama, Hentai, Romance, Tragédia, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Capítulos :  /  /  /  /  /  /

Capítulo 8

–-Todo mundo está ansioso pra te ver. – Jacob disse tirando os olhos da estrada e olhando pra Bella.

Ele havia ido buscar Bella no aeroporto. Todos estavam ansiosos pela chegada de Bella na reserva.

Meia hora depois eles chegam finalmente chegam em La Push. Jacob leva Bella até sua casa,já que era lá que ela iria ficar hospedada no fim de semana.

–-Olha só quem eu trouxe. – Jacob fala entrando em casa com Bella. Queria fazer uma surpresa para Leah.

–-Bella! Você veio. – Leah dá um abraço em Bella.

–-Ei Lee. Como vai? – Bella retribui o abraço.

–-Bem. E como você pode ver, grávida também.

Bella viu que Leah continuava a mesma de 6 anos atrás. Leah era morena,tinha cabelos negros e curtos e alta. O mais engraçado é que todos que moravam ali tinham o mesmo tom de pele. Eram descendentes de índios. Leah agora estava com seis meses de gravidez. Sua barriga estava grande.

–-Você esta linda. Já esta chutando? – Bella disse olhando fixamente para barriga saliente de Lee.

–-Sim. Quer sentir? – Leah perguntou. Bella olhou meio hesitante. Nunca havia tocado em uma barriga de grávida antes.

Bella coloca as mãos e sentiu um chute bem ali. Bella tirou suas mãos assustadas, e Leah e Jacob riem. Bella nunca havia sentindo isso antes. Ela por um momento se imaginou mãe. Quem sabe em um futuro distante?

–-Parece que vai ser bem forte. – Bella comenta rindo.

–-O chá de bebê vai ser só a tarde, então que tal se nós fossemos ver os outros? – Jacob sugeriu.

–-Ok.



–-Pessoal olha só quem esta aqui! – Jacob disse.

–-Bella. – Todos exclamaram. Estavam reunidos na casa de Emily.

–-Oi gente. – Bella dá um aceno. A primeira a abraça-la é Emily.

–-Que saudades de você. – Emily disse com seu tom carinhoso.

–-Emily,Sam,Embry,Jared e pequeno Seth,Quil. Espera não esta faltando alguém? – Bella disse notando a ausência de um ali.

–-Pau foi viajar com a Rachel. Só vão voltar semana que vem. – Jacob disse.

–-Oi tia Bella. – Seth disse indo abraçar Bella.

–-Ei pequeno Seth. Quantos anos você tem agora? 18? – Bella disse olhando para o menino,que já não parecia mais um menino.

–-Dezesseis. – Ele respondeu.

–-Nossa Bella,você esta gostosa. Ai! – Embry leva um tapa na nuca dado por Jared. Os outros acabam rindo.

–-Obrigado Embry. Você tambem não esta nada mal.





Eram 18:00 h quando o chá de Leah começou. Com exceção de Bella todas ali reunidas eram algumas mulheres da reserva. Como Sue mãe de Leah,Kim namorada de Embry, e Claire namorada de Quil. Como era um chá de bebê elas começaram dando os presentes e pintando de batom a barriga de Leah, e depois começaram a perguntar.

–-E você Bella, quando vai ser mamãe? – Kim indagou.

–-Bem, eu ainda não pensei nisso. – Bella disse abaixando a cabeça.

–-Querida eu consigo ver que você vai encontrar o homem de sua vida e vai ser muito feliz. Pode ter certeza. – Sue disse apertando a mão de Bella. Sue sabia das coisas.







Eram quase uma hora da manhã quando Bella foi dormir,já que os meninos decidiram fazer uma noite na fogueira para dar boas vindas a ela. Eles se sentavam ao redor de uma fogueira,comiam cachorro quente e conversavam besteiras ou contavam historias. Bella estava pela primeira vez se sentindo em casa. Ela estava a vontade. Se esquecia completamente de sua vida fora dali. Pela primeira vez se sentia normal.

Jacob havia preparado o quarto de hospedes pra ela dormir. Seu dia havia sido muito cansativo. Logo que fechou os olhos,ela acabou dormindo e sonhando.

Dream on

Bella estava em uma clareira aonde estava bastante ensolarado. Haviam varias flores no chão. Parecia que estava na primavera. Ela usava um vestido branco e estava descalça. Ela andava por aquele campo florido a procura de algo,mas não sabia o que era. Até que Bella vê Antony Cullen vindo em sua direção. Ele tinha uma bebê em seu colo, e um garotinho de no Maximo 5 anos vindo do seu lado. Edward vestia uma túnica branca e uma calça branca,também estava descalço. Pareciam anjos. Edward veio sorrindo até ela, e ela retribuía.

Bella pegou o bebê dos braços dele e lhe deu um beijo.

–-Eu te amo. – Ela disse pra ele.

–-Eu também te amo. – Ele disse dando um beijo na testa de Bella.

Os olhos de Bella pararam no menino que corria pela clareira atrás de uma borboleta. Ela sorria ao ver a alegria do pequeno. Bella se sentou entre as flores, e Edward foi brincar com o garoto. Era a cena mais bonita de se ver. O bebê em seu colo mexia nos cabelos de Bella.



De repente o cenário mudou. Bella já não estava na clareira. Agora parecia que ela estava em seu apartamento em Seattle. O apartamento estava todo escuro,apenas a claridade vindo da TV ligada. Havia alguém sentado no sofá. Bella andou devagar até ela. Tomou um susto ao ver aquela cena. Era ela toda coberta de sangue e muita pálida. Estava morta.

–-NÃO. – Ela grita apavorada.

Dream off



Bella acordou ofegante. Aquele era mais de um dos seus pesadelos,que mais pareciam reais. Ela não sabia que aquilo tudo significava. De uns tempos pra cá tinha sonhos com Antony,mas logo em seguida vinha um pesadelo. Mas era tudo real demais. Talvez fosse um sinal. Um sinal para avisa-la que era melhor ficar longe de Antony. Mas aquilo era muito difícil. Edward causava reações enormes em seu corpo. Não conseguia pensar em nada quando estava junto com ele.

Bella voltou a deitar a cabeça no travesseiro e agora voltou a dormir sem pesadelos pelo resto da noite.







Na manha seguinte em Seattle...



Edward Cullen estava trabalhando. Estava com a cabeça cheia de coisas,uma delas era as ameaças que vinha recebendo. Sabia que Aro Volturi estava por trás disso. Aro não se conformava da família Cullen ser a máfia mais temida, e não fazer parte desta.



Edward tinha sede de vingança. Ele jurou no tumulo de seu avô Edmund que não iria falhar em seu propósito. Matar todos que faziam parte da máfia Volturi. Um por um. Até chegar em Aro. Ele tinha varias idéias em sua cabeça em como acabar com Aro. Preferiria de forma lenta e dolorosa.



Outra coisa que não saia de sua cabeça também era Bella. Não podia negar que aquela mulher era a perdição e a luxuria em forma humana. Tudo nela exalava sexo. Seu andar, o modo como falava ou o modo como ela dançava. Ele simplesmente não conseguia tirar o corpo dela de sua mente. Ela talvez fosse a única que despertava um desejo enorme que incendiava seu corpo.



Edward foi tirado de seus pensamentos com um baque em sua porta. Ele pensou ser Alice,já que ela tinha mania de abrir a porta sem bater. Mas se surpreendeu ao ver Rosálie ali. A loira tinha uma expressão enfurecida com os braços cruzados.

–-Eu vou trocar essa porta. Vou mandar colocar uma porta de aço e com identificação digital. – Edward disse e Rosálie bufa.

–-Não brinque comigo Antony. Eu quero saber por quê nós não podemos andar na rua sem seguranças? – Rosálie disse batendo seus pés irritada.

–-Veja bem Rosálie, eu só quero a proteção de vocês. Entendeu? Tem pessoas me ameaçando. Pessoal dos Volturi estão seguindo todos os passos da nossa família. A ultima coisa que eu quero ver é algum de vocês com um tiro no meio da testa por negligencia minha. Então por favor entenda. – Edward explica seriamente,porem com a voz mais mansa o possível.

–-Ok Edward eu te entendo. Eu sei que você só quer nossa proteção. – Rosálie disse se sentando na poltrona de frente para Edward.

As fotos ainda estavam sob a mesa. Rosálie ficou curiosa e as pegou. Ela foi passando foto por foto até chegar as fotos de Bella. Rosálie a conhecia de algum lugar,mas não sabia da onde.

–-Quem é essa? – Rosálie perguntou curiosa.

–-Ela é Isabella. Eu faço sexo com ela satisfeita? – Edward disse irritado. Rosálie achava que o irmão sofria de transtorno de personalidade. O humor de Edward instável.

–-Ok Senhor Bipolar. Parece que eu conheço ela de algum lugar. Mas isso não importa. Me conte, como vai a vida irmão? Faz tempo que você não aparece na casa da mamãe.

–-Eu ando muito ocupado Rose. Desculpe. Eu prometo que apareço lá qualquer dia desses. – Edward disse calmo. Seu humor havia mudado novamente.

–-Eu sei. Mas eu falo amorosamente. Quando você vai arrumar uma mulher que realmente se importe com você e te mude? Edward você tem quase 28 anos. Quando vai arrumar uma namorada fixa? – Rosálie perguntou e Edward a fitou duramente.

–-Eu ainda não achei uma mulher que fosse boa o bastante para dividir minha cama todos os dias pelo resto da minha vida. Eu não sou como o papai que perdeu sua primeira paixão e depois achou uma mulher maravilhosa como Esme. Tudo depende de sorte Rosálie. Sorte no amor, e pra mim esta mais pra azar. Você conhece aquele ditado sorte no amor e azar no jogo? Pra mim é totalmente o contrario. Sorte no dinheiro e azar no amor. Meu destino será envelhecer cheio de dinheiro. Isso pra mim já basta. – Edward termina seu discurso dando um sorriso torto. Mas ele não se sentia feliz sozinho. Queria alguém pra acordar do seu lado todos os dias. Todas as vezes que pensava nisso apenas uma pessoa passava pela cabeça dele. Isabella.

–-Não é assim. Você só age desse,porque ainda não viu a pessoa certa. Mas quando isso acontecer meu caro irmão você estará fudido. – Rosálie disse dando um sorriso.



A conversa dos dois foi interrompida por batidas na porta. Edward mandou que entrasse. Era Emmett mas ele não estava só, e som com Tânia em seu encalço.

–-Oi Ursinha eu não sabia que você estava aqui. – Emmett disse dando um beijo na mulher.

–-É. Eu só vim dar passadinha. Vamos Ursão acho que a gente esta atrapalhando. – Rosálie disse olhando pra Tânia com desprezo.

–-Tchau queridinha. – Tânia disse cinicamente.

Rosálie empinou seu nariz e jogou seus cabelos pro lado e saindo do escritório.



–-O que veio fazer aqui Tânia? – Edward disse ríspido.

–-Eu vim fazer uma visitinha oras. Nós não nos vemos a mais de uma semana. E além do mais eu sinto falta de você dentro de mim. Eu ando solitária ultimamente. Já não agüento mais ter que usar meus dedos. Não são a mesma coisa. A culpa disso é toda sua,já que tem me dispensado pra ficar com aquela vadia da Isabella. – Tânia sussurrou sensualmente no ouvido de Edward.

–-Olha bem uma coisa Tânia. Você esta aqui graças ao sexo que ainda pode me proporcionar. Caso o contrario você nem estaria mais aqui olhando pra mim com essa cara de puta. Por isso não exija exclusividade,entendeu? Com a Isabella não é diferente. Eu não quero que se meta na minha vida novamente. Escutou bem sua cachorra? – Edward sibilou ameaçadoramente apertando o rosto de Tânia. Ela assentiu cheia de medo. Edward atacou a boca dela com fúria e agarrou seus cabelos com força.





Em La Push...

–-Ei Jake. Você pode me levar até o penhasco? - Bella perguntou. Jacob estava consertando sua moto.

–-Claro. Eu só vou terminar aqui,ok? Tem como você me passar a chave de fenda? – Ele pediu a Bella. Ela foi até a maleta de ferramentas e lhe entregou a chave.

Jacob trabalhava em uma empresa automobilística. Sua paixão desde pequeno era desenhar e consertar carros e motos.

Depois que terminou de arrumar a moto. Jacob levou Bella até o penhasco. Ele a levou ao menor e menos perigoso,já que Bella queria saltar.

–-Então você se lembra como é saltar? – Jacob perguntou tirando os sapatos e Bella fazia o mesmo.

–-Isso é como andar de bicicleta Jacob. A gente nunca se esquece. – Bella tirou a roupa e ficou apenas com o biquíni.

–-Então o ultimo que chegar lá é a mulher do padre. – Jacob disse correndo na frente de Bella.

Bella corre e salta do mesmo jeito que Jacob. Aquilo era maravilhoso. A água não estava nem muito quente e nem muito gelada. Os dois nadaram até a beira da praia e seguiram uma pequena trilha voltando para o lugar aonde estavam. Eles se secaram e se vestiram. Depois se sentaram em umas pedras e começaram a conversar. Tudo ia bem, até que Jacob tocou em um assunto meio delicado. Pais.

–-Se você algum dia encontrasse os seus pais. Qual seria sua reação? – Bella se surpreendeu com a pergunta.

–-Eu acho que eu iria agir meio indiferente e fria. Foram 17 anos sem te-los perto de mim, e agora não faria diferença alguma. Eu sofri muito sem ter eles do meu lado na hora que eu mais precisei. Graças a eles eu sou o que sou. Uma prostituta. Sabe até os 10 anos quando estava lá naquele orfanato eu sempre pensei que talvez meus pais fossem voltar e me tirar de lá. Mas eles não foram. Eu só não me sentia muito sozinha,porque você estava lá. Mas depois que você foi embora tudo voltou a piorar. Não adianta eles voltarem agora. – Bella disse friamente fitando a paisagem a sua frente.

–-Ei Bells não fique assim. Você é minha irmãzinha, e eu só quero te ajudar. Por favor larga esse emprego e volta pra Forks. Aqui você vai ter uma família. – Jacob disse.

–-Não. Eu não posso. Eu tenho uma vida em Seattle. Gostando ou não eu tenho um emprego lá. É melhor nós voltarmos esta ficando frio. Eu preciso me arrumar e pegar o meu vôo pra casa. – Bella disse encerrando o assunto.

Depois do almoço Bella se despediu de todos, e Jake a levou para o aeroporto aonde ela embarcaria de volta pra Seattle.

Quando Bella chegou em casa viu Jessica dormindo no sofá com a TV ligada. Bella não quis acorda-la, então desligou a televisão e foi pro quarto.

Ela estava tão cansada que apenas trocou de roupa e foi dormir. Querendo ou não no dia seguinte seria segunda-feira, e tinha trabalho a fazer....


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar saiba que:
1. Você pode se Cadastrar com sua rede social para comentar é muito simples. Clique AQUI para saber mais.
2. Comentários, imagens e links ofensivos a Robert, Kristen ou ao trabalho realizado por esse fandom serão deletados e banidos.
2. Evitem usos de palavrões e confusões pois esses comentários serão deletados e colocados na lista de SPAM.
3.Links de sugestão de máterias por favor enviem para irmandaderobsten@hotmail.com ou no nosso chat.